Rolamentos

rolamento

 

Precauções

Monte o rolamento num ambiente limpo. As caixas, os eixos e outros componentes do arranjo de rolamentos devem ser inspecionados para se verificar se estão limpos.

Os rolamentos deverão permanecer em suas embalagens originais até ao momento da montagem, a fim de evitar a contaminação.

A precisão dimensional e de forma de todos os componentes que estarão em contato com o rolamento deve ser verificada.

 

Procedimento de montagem

Limpe e lubrifique com óleo fino a sede do rolamento.

Sempre instale os rolamentos com as gravações em sua face voltadas para fora.

A força de montagem deve ser aplicada sobre o anel do rolamento que estiver com interferência.

Aplique a força por igual sobre o rolamento e certifique-se de que o rolamento é montado em ângulo reto.

Verifique se o eixo ou o anel externo pode ser rodado sem problemas.

Normalmente, o rolamento deverá ser completamente cheio com graxa. O espaço livre na caixa só deve ser parcialmente cheio (entre 30 e 50 %).

Um rolamento não danificado deve ser montado novamente na mesma posição e com a mesma orientação no eixo. Marque a posição relativa de cada rolamento, isto é, qual a seção do rolamento fica virada para cima, qual é para frente, etc.

No caso de o rolamento ser danificado, pode ser necessário analisar os componentes do rolamento para detectar a causa e tomar medidas corretivas, por isso desmonte com cuidado.

 


Procedimento de desmontagem

Certifique-se de que o eixo ou a caixa estão corretamente apoiados durante a desmontagem.

De preferência, use um extrator para retirar o rolamento.

Pode utilizar-se um martelo, mas nunca se deve utilizar um martelo com cabeça de metal macio, pois podem saltar fragmentos que entrem no rolamento.

Caso seja aplicada força na pista do rolamento onde não há interferência, o rolamento não deve ser reaproveitado.

 

Geralmente os rolamentos das rodas são os que possuem a maior frequência de problemas. A grande maioria por falta de lubrificação ou por infiltração de água/barro. É bom usar rolamentos com vedação (2RS ou DDU) para maior vida útil. Os rolamentos da caixa de direção e balança possuem um padrão de defeito normalmente causado por impactos (agravado pela existência de folgas) e desgaste pronunciado por trabalharem sempre na mesma posição.

Em qualquer caso, é importante manter os retentores em bom estado para evitar a penetração de partículas e a perda de lubrificante. Evitar lavar a moto com jato de água forte o que "empurra" a sujeira, água e sabão para dentro de onde os retentores deveriam estar protegendo mas não são projetados para resistir a pressões vindas de fora. Muitas vezes, o sabão (possui soda cáustica) ou solvente (diesel, por exemplo) utilizado na lavagem é agressivo às vedações.

Lista de aplicação

Agrale

Caixa de direção Todas 6205 ZZ
Virabrequim 27.5 6305 Z
Coroa Todas 6004Z
Embreagem 27.5 627 ZZ

GasGas

Roda Dianteira EC/MC 125/200/250/300 6905 2RS
Roda traseira EC/MC 125/200/250/300 6204 2RS; 60042RS; 6005 C3 2RS

Honda

Roda dianteira XL 125 6301 Z
XR 400 6003SH2
XR 200 R, XL 250, XLX 250, Sahara, NX150, CRF150 e 230, Tornado 6202 DU
CR 250 R 92-96 6003 Z
CR 96/ 6904 DDU
Embreagem XR 200 R, NX150, CRF150 e 230 16003
XL 125, XL 250 6001 U
Tornado, XR 400 6903 C3
Balanceiro XR 400 dir 6302
XLX350 6301 E 6302
NX350 6203ZE
XLX250 6301 E 6302
Tornado, XR 400 esq 6313
Arvore primária XR200 6004
NX150 6004 e 6202ZE a partir de 2000
XL125 6006 e 6202ZE
Arvore secundária XL125, XR200 6204
XLX250, NX350 6304
NX150, CRF150 e 230 6204 a partir de 2004
Roldana da corrente CR 250 R 92-96 608 ZZ
Virabrequim Tornado 28x76x18 2pç
NX150 6207 J2 NC2 esq. V2-63/28J2 NC2 dir
XR 200 R 26x72x18 dir
6207 esq
CR 125 63/22 C3
XL125 V2-63/28J
CR 250 R 92-96 63/28 C3
Roda traseira XL 125 6302 DU
Tornado 6203NSE 1pç 6303NSE 2pç
XLX250, XLX350, Falcon 6203NSE 2PÇ. 6204NSE 1PÇ
NX150, CRF150 e 230, XR200, 6203NSE
CR 250 2000 6905 2RS
CR 250 R 92-96 3Pç 6004
XR 200 R, Tornado, XL 250, XLX 250, Sahara, XR 400 6203 DU dir
Roda traseira lado esq. NX150, CRF150 e 230 6303 NSE
Tornado 6204 UU
XR 200 R, XR 400 6303 DU
XL 250, XLX 250/350, Sahara 6204 DDU
Comando de válvulas XR 400 18x37x9 dir
6904 esq
Coluna de direção sup/inf XR 200 R SF0581 NTN

Suzuki

Roda dianteira RM 80 6201 DDU C3
RM 125/250 6904 DU C3
RMX 250, Freewind 6003 DDU C3
DRZ 400 E 6904 DU C3
Roda traseira RM 80 6002 DU C3
RM 125/250, RMX 250, DRZ 400 E 6004 DDU C3
DRZ 400 E, Freewind 6204 DU C3
Bomba d'água RM 125/250 6000 DDU C3
Guia da corrente RM 80, RM 125/250, RMX 250, DRZ 400 E 608 VM C3 E

Yamaha

Roda dianteira DT 200, XT 225, XTZ125 6202 ZZ
XT600 6202ZE 2pç
YZ 96/ 6904 DDU
Roda traseira DT 180, DT 200, XT 225, XTZ125 6302 Z 6202 RS
XT600 6304ZE 1pç 6303ZE 2pç
Coluna de direção inf DT 200 32006 NACHI
Coroa Ténéré 6300 ZZ
Virabrequim DT 180 6304 C4Dir. 6205 C4Esq.
XTZ125 6205NC C3 esq. 6205NC C4 dir.
XT600 6307 C3 esq/dir
DT200 6205C4 esq. 6305C3 dir.
YZ 250 63/28 C3
Eixo primário DT180 6303ZE
XT600 6305 esq. 6004 dir.
XTZ125 6201TS2 e 6203
Eixo secundário DT180 6304
XT600 6305 esq. 6004 dir.
XTZ125 6202TS2 e 6204
Trambulador XT600
DT200 6004
Balanceiro DT200 6202 esq. 6203 dir.
XT600 6305C3 esq/dir
XTZ125 6202C3

Kawasaki

Virabrequim KX 250 63/28 C3

 

Tabela de conversão dos códigos de vedação

 
NSK
SKF
Vedação com contato - dois lados
xxxx 2RS
xxxx 2RS1
Blindagem -dois lados
xxxx ZZ
xxxx 2Z
Rasgo e anel de vedação
xxxx NR
xxxx NR
Gaiola de poliamida
xxxx TNG
xxxx TN9
Gaiola de aço
xxxx J
xxxx
Furo cônico
xxxx K
xxxx K
Maior capacidade de carga
xxxx E
xxxx E
Folga menor que a normal
xxxx C2
xxxx C2
Folga normal
xxxx
xxxx
Folga maior que a normal
xxxx C3
xxxx C3
Folga maior que C3
xxxx C4
xxxx C4

 

Saiba mais: NSK
  SKF
  Nachi
  NTN
  Koyo
  FAG
  Loctite
  Interpretacão dos números dos rolamentos
  Enduro Magazine
  Tipos, montagem
  Análise de falhas
  Revista Duas Rodas Nº 175 e 271

 

 


Home

Mecânica

www.endurohp.eng.br